ParanáCidades

Preso suspeito pela morte de funcionário público em Pato Branco

Ação integrada prendeu o suspeito do homicídio e de dois estupros na região

 Preso suspeito pela morte de funcionário público em Pato Branco

Ação integrada captura suspeito de homicídio de funcionário público em Pato Branco. Foto: SESP/PR

Uma ação integrada de forças estaduais e federais prendeu o suspeito do homicídio do servidor público Guilherme Ambrosini, de 32 anos, numa zona de mata, em Pato Branco, sudoeste do estado. O homem também é suspeito de ter cometido dois estupros na região. A prisão foi feita no fim da tarde de sábado (18), depois de três meses de investigação e três dias de buscas.

A operação foi coordenada pela Polícia Civil do Paraná (PCPR) e contou com a participação da Polícia Militar do Paraná, além das policiais Civil e Militar de Santa Catarina, da Polícia Rodoviária Federal e da Receita Federal. Durante a ação foram usados helicópteros, cães farejadores e um drone equipado com sensor de sensibilidade corporal.

Crime

Guilherme Ambrosini era servidor público municipal de Pato Branco e foi morto com um tiro na cabeça, no dia 12 de junho, ao proteger a namorada de ser estuprada. Além desse crime, o homem capturado é suspeito de ter cometido dois estupros, também em Pato Branco, em abril e maio deste ano.

De acordo com a Polícia Civil, quando o terceiro crime foi registrado, as equipes já estavam investigando os dois casos anteriores. Dessa forma, considerando o modo de agir do autor, tudo indicava que seria a mesma pessoa. Com as informações reunidas e sabendo do paradeiro do homem, os policiais civis da Delegacia da Mulher de Pato Branco foram para Clevelândia, cidade vizinha, cumprir o mandado de prisão do suspeito. Mas ele viu as equipes e se embrenhou na mata. De quinta-feira até o fim da tarde de sábado, as buscas se intensificaram com o apoio das outras forças de segurança. O homem se feriu em uma troca de tiros e foi levado ao Hospital São Lucas, onde passou por cirurgia e permanece sob escolta policial.

O suspeito já tem condenação por roubo, homicídio e estupro. Ele saiu do sistema prisional no fim de 2021 e era procurado desde março de 2022, quando rompeu a tornozeleira eletrônica.

Band News Curitiba - 96,3 FM

Encontro homologa pré-candidaturas do PT no Paraná

Encontro homologa pré-candidaturas do PT no Paraná

Deve ser formalizado o nome de Roberto Requião para a pré-candidatura ao Governo do Paraná

Inscrições para Vestibular 2023 da UFPR começam dia 18

Inscrições para Vestibular 2023 da UFPR começam dia 18

Edital foi publicado nesta sexta (01) pela Universidade Federal do Paraná

Mau odor em aterro de Fazenda Rio Grande gera reclamações

Mau odor em aterro de Fazenda Rio Grande gera reclamações

A empresa foi notificada pelo município, que cobrou uma solução para o problema

Penitenciária de Piraquara inaugura novo parlatório

Penitenciária de Piraquara inaugura novo parlatório

O local é usado por visitantes, como familiares, representantes do Ministério Público e por advogados