Suspensão das aulas presenciais na rede municipal é ampliada até 31 de agosto

O retorno das aulas presenciais da rede municipal de ensino de Curitiba foi adiado para 31 de agosto. Um decreto publicado na última sexta-feira (24) amplia o prazo de suspensão das atividades presenciais que deveria ser encerrado na próxima segunda-feira (3).

Dessa forma, as atividades remotas devem ser mantidas até o fim do próximo mês. As aulas estão suspensas desde o dia 23 de março. O texto suspende também ações de formação continuada e a semana de estudos pedagógicos das unidades de ensino, mas permite atividades de gestão e pedagógicas desenvolvidas por professores para garantir o atendimento aos alunos.

A rede municipal de ensino de Curitiba tem 140 mil crianças e estudantes matriculados em 185 escolas e 230 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), além dos 95 Centros de Educação Infantil (CEIs) que também seguem fechados, por causa do decreto estadual que orienta a rede privada.

Reportagem: Ana Flavia Silva