Família de jogador Daniel comparece à delegacia que investiga o caso

(Foto: Taís Santana/BandNews Curitiba)

A família do jogador Daniel Corrêa Freitas, morto no último dia 27, esteve na delegacia de São José dos Pinhais, na tarde desta quinta-feira, para uma conversa com o delegado que acompanha o caso. A família chegou em um carro isofilmado, e não quis conversar com a imprensa. Ainda nesta quinta, o empresário Edison Brittes, assassino confesso do jogador, foi transferido para o Centro de Triagem 1, em Curitiba. Antes da transferência, ele passou por um exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal.

A esposa do empresário, Cristiana e a filha Allana também foram transferidas para a penitenciária estadual feminina em Piraquara, região metropolitana de Curitiba. A família Brittes está presa temporariamente por 30 dias pela morte de Daniel. Além dos Brittes, os três jovens suspeitos de serem co-autores do crime, também foram transferidos para a carceragem do Centro de Operações Especiais da Polícia Civil, isto por medidas  de segurança. David Willian Villeroy da Silva, de 18 anos, e Igor King, de 20 e Eduardo Henrique da Silva, de 19 anos, estariam no carro que levou Daniel da casa – onde o espancamento começou, até a zona rural de São José dos Pinhais.

Os rapazes devem depor nos próximos dias. Já Edison Brittes, que prestou depoimento na última quarta-feira, falou por cerca de seis horas e apresentou uma versão diferente da que havia dado anteriormente: agora, ele nega que tenha arrombado a porta do quarto. A defesa dele alega que a versão inicial havia sido dada para proteger os outros envolvidos. Brittes evitou detalhar a morte do jogador, ele preferiu aguardar a conclusão de perícias sobre o crime. Só depois disso, Edison deve se manifestar a respeito.

Uma equipe do Instituto de Criminalística voltou à casa onde Daniel foi espancado. O objetivo é tentar colher novas informações e verificar se as provas que podem ser obtidas coincidem com o que alegou Edison em depoimento.

Reportagem: Alexandra Fernandes

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*