Trabalhadores da Renault mantêm greve por tempo indeterminado

Proposta da montadora não foi aceita pela categoria em assembleia realizada nesta segunda (16)

 Trabalhadores da Renault mantêm greve por tempo indeterminado

Foto: Divulgação / Renault

Os trabalhadores da Renault de São José dos Pinhais, na Grande Curitiba, recusaram a proposta da montadora e decidiram manter a greve por tempo indeterminado. A paralisação iniciada no dia 6 de maio chega ao sétimo dia útil nesta segunda-feira (16). Na assembleia realizada no período da manhã, os funcionários concluíram que os ajustes apresentados pela empresa não atendem à demanda da categoria, que reclama, entre outros pontos, das alterações que reduziram a Participação nos Lucros e Resultados (PLR).

Segundo o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (SMC), Sérgio Butka, o principal entrave da negociação é a falta de uma proposta da montadora para recontratar os trabalhadores demitidos. A entidade alega que cerca de dois mil postos de trabalho foram fechados durante a pandemia, e que os funcionários que mantiveram os empregos acumulam perdas salariais:

Em nota, a Renault afirmou que a proposta atendia praticamente todas as demandas apresentadas pelo Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (SMC). Segundo a montadora, só não houve concordância em garantir o pagamento de pouco mais de 22 mil reais referente ao Programa de Participação de Resultados (PPR) para o ano de 2022. Segundo a montadora, desvincular o prêmio às metas de produtividade viola a legislação federal.

A proposta da Renault recusada nesta segunda-feira (16) pelos metalúrgicos incluía a reposição integral da inflação calculada pelo INPC para a data-base de 2022 e 2023. A empresa também havia concordado em antecipar o reajuste do vale-mercado, que passaria para R$ 850,00 a partir de junho, com um aumento de 29%. A montadora também faria ajustes e adequações nas tabelas salariais, incluindo novas categorias e aumentando o teto em 10%.

Reportagem: Angelo Sfair.

felipe.costa

Paraná é o primeiro estado a incentivar plantio de bambu

Paraná é o primeiro estado a incentivar plantio de bambu

Lei incentiva o cultivo agrícola e a valorização do bambu como instrumento de desenvolvimento econômico

Universidades estaduais abrem programas para pessoas idosas

Universidades estaduais abrem programas para pessoas idosas

São oficinas de saúde, cultura, línguas e esportes em várias cidades do Paraná inclusive Curitiba.

Multas por velocidade lideram infrações de trânsito em Curitiba

Multas por velocidade lideram infrações de trânsito em Curitiba

Estacionamento irregular do Estar e trafegar em via incorreta aparecem em segundo e terceiro lugar.

Centro Juvenil de Artes Plásticas abre inscrições em 6 cursos

Centro Juvenil de Artes Plásticas abre inscrições em 6 cursos

Cursos incluem Artes Visuais, Desenho, Teatro, Fotografia, Arte Urbana/Skate e Experiências Culturais e Artísticas