Tribunal de contas libera licitação para escolha da empresa que administra os radares de Curitiba

O Tribunal de Contas do Paraná revogou a decisão que suspendia a licitação para escolha da empresa que administra os radares de Curitiba. A licitação estava suspensa desde dezembro de 2019 por uma decisão cautelar do Tribunal de Contas.

O valor da licitação é de 67 milhões de reais, divididos em dois lotes. O edital prevê a modernização do sistema. Uma das atualizações será a leitura automática das placas dos veículos e consulta ao banco de dados com objetivo de identificar veículos em situação irregular.

Reportagem: Angela Luvisotto