Tumulto na delegacia de São José dos Pinhais termina com um preso morto

Foto: colaboração/redenews

Uma rebelião na delegacia de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, terminou com um preso morto. A situação começou ontem (14) à noite e só foi controlada no início da madrugada. A reivindicação era a transferência de detentos, já que são 64 homens em um espaço projeto para receber, no máximo, oito.

De dentro da carceragem, um dos presos conversou – por celular, com a imprensa, que estava do lado de fora.

O motim começou quando os presos solicitaram medicamentos para um detento que, supostamente, passava mal. Quando um policial civil se aproximou para entregar o remédio, foi rendido. Um segundo policial precisou atirar no preso para que o colega conseguisse escapar.

O presidente da comissão de Direitos Humanos da OAB-PR, Nilton Ribeiro, esteve no local.

A esposa de um detento que está há um mês na delegacia, mesmo já tendo sido condenado, reclamou da superlotação e do atendimento prestado na delegacia.

A reportagem entrou em contato com o Depen – Departamento Penitenciário, que ainda não se manifestou sobre a permanência de presos na delegacia. A Polícia Civil diz que cinco detentos que agrediram o policial foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio. O órgão também afirma que abriu uma investigação para apurar os fatos.