COLUNAS

Colunistas // Mirian Gasparin

BMW e Serra Verde Express lançam programa de visita à fábrica em Araquari

 Turismo industrial volta com força depois da pandemia

Foto: José Fernando Ogura

O turismo industrial, depois de uma pausa durante o período da pandemia, voltou com força, este ano, atraindo jovens, adultos, universitários e grupos de amigos para visitas às várias fábricas não só do Brasil como do mundo inteiro. No Brasil, é possível encontrar indústrias do setor siderúrgico, cimento, automotivo, elétrico, tecnologia, alimentos e bebidas, que oferecem programações voltadas para turistas.

A paranaense Serra Verde Express, que detém a concessão dos trens turísticos que realizam o percurso na ferrovia Paranaguá-Curitiba, começa a trabalhar hoje com o turismo industrial. A empresa fechou uma parceria com a BMW do Brasil para visitas à maior fábrica de veículos premium da América do Sul, localizada em Araquari, a 156 quilômetros de Curitiba. O programa “Por Dentro do BMW Group Brasil”, consiste em um tour de até três horas pela planta da indústria, onde os visitantes conhecerão de perto o dia a dia da fábrica e as minúcias da produção dos veículos.

Eu conversei com o diretor da Serra Verde, o empresário Adonai Filho, e ele me contou que este projeto começou a ser desenvolvido em dezembro do ano passado e às vendas de pacotes de turismo industrial iniciaram em setembro. Em menos de um mês foram vendidos passeios para a fábrica da BMW para 600 pessoas, de várias partes do País.

Entre os destaques do tour, que custa R$ 190,00, estão as etapas de carroceria, soldagem e montagem dos carros da BMW. Um guia habilitado detalha as particularidades de cada fase, explicando sobre os processos de fabricação. No final da visita, os participantes poderão andar em uma BMW no teste de pista interna, realizado com um piloto especializado.

Vale destacar que a planta automotiva da BMW, em Araquari, tem um milhão e meio de metros quadrados, sendo 112 mil metros quadrados de área construída. A infraestrutura local abriga processos de pintura, carroceria, soldagem, montagem, qualidade e logística, como também laboratórios, prédios administrativos e auxiliares. Nessa planta, são fabricados para o mercado brasileiro quatro modelos de BMW. E com processos de qualidade extremamente rígidos, a fábrica tem capacidade para produzir até 32 mil veículos ao ano.

Confira a coluna em áudio:

Mirian Gasparin