Uber de serviços domésticos já opera em Curitiba

(Foto: divulgação/ Triider)

Curitiba é uma das capitais do país que agora conta com um aplicativo que oferece mais de 50 serviços domésticos. A plataforma funciona como uma espécie de Uber e permite fazer orçamentos e, a partir do preço e da avaliação dada por outros clientes, negociar e fechar o serviço sem sair de casa.

A empresa, que conecta clientes em busca de reparos a prestadores serviços, oferece de reparos elétricos e hidráulicos a reformas, fretes e serviços de faxina. Juliano Murlick, um dos fundadores da plataforma digital, explica que a contratação dos serviços é feita diretamente pelo aplicativo, por lá o cliente seleciona o reparo ou serviço de que precisa, escolhe um prazo para que seja realizado e é colocado em contato com profissionais habilitados. Juliano fala que a resposta dos pedidos chega em até 24 horas.

O empresário conta que a ideia de criar a plataforma surgiu de uma necessidade pessoal, lá em 2014, quando precisou de profissionais para fazer uma reforma na casa. De acordo com ele, houve uma dificuldade em encontrar profissionais qualificados e de confiança para realizar pequenos serviços.

Juliano Murlick explica ainda que uma das principais preocupações da empresa é quanto à segurança do serviço. Para que o prestador de serviço possa ser integrado à plataforma, ele ressalta que há uma checagem de toda a documentação do profissional, incluindo antecedentes criminais em todos os estados.

Foi uma necessidade particular que levou a contadora Juliana Falat Moreira a buscar o serviço. Ela havia acabado de mudar de casa e precisava de pequenos reparos e instalação elétrica na nova residência. Juliana conta que a negociação foi imediata e ressalta que um dos pontos positivos da plataforma é a segurança no momento da contratação.

A cada serviço prestado o profissional recebe uma avaliação do cliente, nos mesmos moldes do que ocorre em uma corrida de Uber. O fundador do aplicativo reforça que é a partir dessas pontuações que o prestador de serviço é mantido ou não no aplicativo.

Os preços dos serviços, segundo Juliana Moreira, em muitos casos, chega a ser mais em conta do que se fosse contratar cada prestador de forma individual. A contadora explica que a plataforma fornece uma cartela de prestadores de serviço e a partir dos orçamentos apresentados, o cliente escolhe o profissional que mais agradar.

A média de ganhos dos profissionais vinculados à plataforma é de R$ 3 mil ao mês. Entretanto, o faturamento vai depender do mês, da disponibilidade do profissional, qualidade do trabalho e das avaliações dadas pelos clientes. O aplicativo funciona em Curitiba desde o mês de junho deste ano. Até o momento, 50 serviços foram cadastrados e pelo menos 100 contratações foram feitas durante este período.

No Rio Grande do Sul, seu estado de origem, o aplicativo já movimentou R$ 3 milhões. Desde que entrou em operação, em abril de 2016, a plataforma efetivou 20 mil serviços realizados por cerca de 240 profissionais cadastrados. O Triider está disponível em Porto Alegre, Canoas, Curitiba, Belo Horizonte, Brasília e São Paulo.