UEL é uma das três universidades do País com o maior número de pesquisas relacionadas a Covid-19

19-3-2020-g-ligia
(Foto: Arquivo/COM)

A Universidade Estadual de Londrina está entre as instituições líderes em pesquisa científica sobre a Covid-19 no País. Um levantamento realizado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) aponta que a UEL possui 21 estudos publicados especificamente sobre o coronavírus.

As pesquisas colocam a universidade entre as três do Brasil que mais tem colaborado com a produção de estudos a respeito, junto com a Universidade de São Paulo (USP), que tem 91 publicações, e a Universidade Estadual Paulista (Unesp), com 32 trabalhos publicados.

O superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná, Aldo Bona, destaca o potencial de produção científica e de desenvolvimento tecnológico das universidades estaduais.

A Universidade Estadual de Londrina criou um grupo com pesquisadores de diversas áreas com diferentes estudos, desde pesquisas com agentes infecciosos – de importância médica e ambiental – até detecção, diagnóstico e controle do coronavírus. A equipe também estuda o desenvolvimento de medicamentos antivirais e antibacterianos.

Os Estados Unidos e a China lideram as pesquisas científicas sobre coronavírus em todo o planeta. Somando 217 trabalhos, o Brasil está em 17º no ranking mundial.

Reportagem: Juliana Goss