NacionalEconomia

Última parcela do IPVA 2022 começa a vencer; confira

O pagamento do IPVA é obrigatório para emissão certificado de licenciamento de veículo pelo Detran/PR

 Última parcela do IPVA 2022 começa a vencer; confira

Foto: Jaelson Lucas / ANPr

A quinta e última parcela do IPVA 2022 começa a vencer HOJE (terça-feira, 17) para os proprietários de veículos com placas de finais 1 e 2. O cronograma para quitação segue até segunda (23) da próxima semana, quando encerra o prazo para as placas que terminam com 0 e 9. Para emitir a guia de pagamento é preciso acessar o Portal do IPVA, com o número do Renavam, que consta no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV). Segundo a Secretaria da Fazenda, os pagamentos podem ser feitos via PIX pelos canais eletrônicos de qualquer instituição bancária ou mesmo por meio de aplicativos. O pagamento do IPVA é obrigatório para emissão certificado de licenciamento de veículo pelo Detran/PR. Não quitar o tributo também impossibilita a transferência de propriedade, além de restringir a obtenção de Certidão Negativa de Tributos junto à Receita Estadual.

Desde o início do calendário do IPVA 2022, em janeiro, já foram recolhidos R$ 3,4 bilhões, sendo R$ 1,98 bilhão em pagamentos à vista e R$ 1,47 bilhão com parcelamento em dia, segundo dados contabilizados até 30 de abril pelo Setor do IPVA da Inspetoria Geral de Arrecadação da Secretaria da Fazenda. O total lançado de IPVA/2022 é de aproximadamente R$ 5,2 bilhões para 4,6 milhões de veículos tributados.

Em caso de atraso, os contribuintes podem parcelar o imposto deste ano em até 12 vezes pelo cartão de crédito – vale para falta completa do pagamento ou de alguma parcela já vencida ou, também, que ainda está pendente, a vencer, em caso de parcelamento.

Fique atento ao calendário de vencimento do IPVA:

Final da placa – quinta parcela

1 e 2 – 17/05

3 e 4 – 18/05

5 e 6 – 19/05

7 e 8 – 20/05

9 e 0 – 23/05

Reportagem: Leonardo Gomes.

felipe.costa

Combustíveis: STF busca acordo entre estados e União sobre ICMS

Combustíveis: STF busca acordo entre estados e União sobre ICMS

União se comprometeu a avaliar a proposta dos estados até quarta-feira (29)

Cortes do MEC colocam universidades e institutos federais em risco

Cortes do MEC colocam universidades e institutos federais em risco

O governo federal remanejou 7,2% do orçamento do Ensino Superior para outros gastos