UPS é instalada no Sítio Cercado

 UPS é instalada no Sítio Cercado

Duzentos e oitenta policiais militares e vinte guardas municipais e da policia civil ocuparam hoje (03) de manhã a região do Osternack/Sitio Cercado. A operação foi feita como preparo para a instalação de uma unidade Paraná Seguro no local. Esse número de policiais fica na região até a implantação do policiamento comunitário que deve ser feito na semana que vem. Depois disso, como já foi feito nas outras UPS, trinta policiais permanecem no bairro.  É o que explica o comandante geral da PM, coronel Roberson Bondaruk.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública o Sítio Cercado é responsável por 8,5 por cento das mortes violentas da capital registradas nesse ano. O local também é responsável por cinco por cento dos roubos de Curitiba. Uma das estações tubo que fica bem próxima a região que foi ocupada hoje foi assaltada quarenta vezes nos últimos dois anos. É o que conta o cobrador que trabalha no local. Ele não quis ser identificado.

Um dos principais problemas relatados por moradores das outras regiões onde já foram instaladas a UPS é que existem poucos policiais no bairro. Para o Secretário de Segurança Pública, Reinaldo de Almeida Cesar, essa sensação de falta de policiamento acontece porque as pessoas confundem o policiamento diário com a operação que é feita de chegada ao bairro.

A Unidade Paraná Seguro do Osternack/Sitio Cercado é a sétima a ser implantada em Curitiba. A primeira delas foi no Uberaba e a segunda foi implantada no Parolin. Em julho a região da CIC recebeu quatro UPS.

Band News Curitiba - 96,3 FM

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

Adolescentes foram retirados do mar conscientes e passam bem

Polícia Civil prende dois suspeitos de estelionato 

Polícia Civil prende dois suspeitos de estelionato 

A polícia também apreendeu um veículo e outros objetos

Saldo da balança comercial paranaense fica negativa em fevereiro

Saldo da balança comercial paranaense fica negativa em fevereiro

Apesar do crescimento de 37% nas vendas para o exterior, em comparação com fevereiro de