Violoncelista apresenta concerto em prol de crianças atendidas pela APACN em Curitiba

(Foto: divulgação/ Mila Marconcin)

O quadro GoodNews desta quinta (30) fala de música e de sonhos. E a voz é de Daiane Andrade.

Ouça o boletim completo:

Ou se preferir, leia a matéria:

Música em prol da vida.

Essa cantora aí é a Laís Eduarda, que aos oito anos de idade já sabe bem o que é resistir. Ela é de Brusque, em Santa Catarina, enfrenta um tipo grave de anemia e passou por um transplante de medula óssea no Hospital de Clínicas de Curitiba há cerca de 90 dias. O tratamento ainda não terminou e agora é ambulatorial, mas por causa dele, a pequena paciente não tem muito contato com as pessoas, como a personagem Elsa, de quem ela gosta. Ainda bem que a música existe e que, igualzinho no filme, serve de companhia na rotina da menina.

As duas querem ser livres e felizes, mas enquanto a princesa de faz de conta vive em um castelo de gelo, a Laís passa um tempinho na casa da APACN, a Associação de Apoio à Criança com Câncer. É um espaço que dá suporte aos pacientes e familiares deles durante o tratamento, já que muita gente não tem como lutar pela saúde na cidade onde vive. Esse é o caso da menina de Brusque. E talvez porque a música costura tudo, ou quase, é que um concerto de violoncelo marcado para esta sexta (31) virou sinônimo de uma forcinha extra para a entidade e para as pessoas atendidas lá. Quem conta é a assessora de Comunicação Giovana Ferri.

A ideia é que, de nota em nota, os pequenos pacientes percebam que são capazes de vencer a doença. E que os acordes do músico paulista Antônio Lauro Del Claro falem de esperança, já que o violoncelo é o instrumento de cordas que mais se aproxima do timbre da voz humana.

Toda a arrecadação com a venda de ingressos para o concerto vai ser repassada à APACN.

O recital vai durar cerca de 50 minutos e todas as obras executadas serão brasileiras. A Laís é a estrela da campanha de divulgação do espetáculo, e foi fotografada segurando um violoncelo enquanto ouvia canções tocadas com o instrumento.

A APACN é uma entidade sem fins lucrativos que atua desde 1983 com serviços como hospedagem, alimentação, educação, atendimento odontológico e transporte, porque após um transplante de medula óssea é necessário que o paciente fique em um ambiente especial. Isso aumenta as chances de sucesso do procedimento, mas impede o retorno imediato para casa.

O concerto é nesta sexta, a partir das 20 horas, no Teatro da Reitoria da Universidade Federal do Paraná. Os ingressos custam R$ 50, com meia entrada à R$ 25.

Reportagem: Daiane Andrade

 

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*