Chuva deixa estragos em várias regiões de Curitiba

(Foto: Divulgação/ Prefeitura de Curitiba)

Mais de trezentas casas e 1500 pessoas foram afetadas pela forte chuva que atingiu Curitiba na noite de sábado (3). Pelo menos 200 pessoas estão desalojadas e outras 50 devem ser encaminhadas para um abrigo, na Escola Municipal Otto Bracarense, no CIC. No mesmo bairro, as famílias também foram atendidas na igreja Assembleia de Deus.

Segundo o Simepar, no começo da noite de sábado, em trinta minutos, choveu 38 milímetros na capital paranaense. Em pouco mais de uma hora a chuva atingiu 42 milímetros, o mesmo do que foi registrado em todo o mês de março de 2017. Em 24 horas, o acumulado de chuva chegou a 68 milímetros.

O motoboy Luiz Carlos Ferreira, que mora no Capão Raso, teve a casa inundada pela água.

Ele conta que o carro da família ficou 60 centímetros submerso. Entre as perdas, alimentos, móveis e eletrodomésticos, além de animais de estimação.

De acordo com a prefeitura, os bairros onde foram registrados alagamentos são Pinheirinho, Bairro Novo, Fanny, Cidade Industrial, Boa Vista, Portão, São Lourenço, Hauer, Água Verde e Rebouças. Também ocorreram 5 situações de desmoronamentos e quedas de árvores nos bairros Alto da XV, Novo Mundo, Portão e São Lourenço.

As unidades dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) no Parolin, Fazendinha, Barigui-CIC e Pinheirinho abriram às 8h30 da manhã de domingo (04) para atender as pessoas afetadas pela tempestade.  Entre as ocorrências registradas, parte do telhado da Unidade de Saúde Parolin, no bairro Portão, desabou. Na Regional Boa Vista, uma comunidade terapêutica para idosos alagou e os idosos foram remanejados pela Secretaria Municipal da Saúde.

Um deslizamento de terra foi registrado na Avenida Wenceslau Braz, no Portão. Uma das pistas da avenida está bloqueada. Na noite de sábado, 6 linhas de ônibus tiveram a atividade interrompida para aguardar o nível da água diminuir. As linhas afetadas foram Vila São Pedro, Iguape, Alferes Poli, Vila Cubas, Bairro Novo e Guilhermina. Ainda não há informações sobre feridos.

(Foto: Divulgação/ Prefeitura de Curitiba)

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*