Cientista da UEPG consegue aperfeiçoar medição do Sol

Estudos de um cientista da Universidade Estadual de Ponta Grossa ganham destaque internacional por conseguir fazer uma medição mais precisa do Sol. O cientista Marcelo Emílio, do Observatório Astronômico da UEPG, descobriu que o diâmetro do sol é 700 quilômetros maior do que se imaginava até agora. O estudo foi feito em parceria com universidades norte-americanas de Stanford e do Havaí. Segundo a pesquisa brasileira, o diâmetro do sol é de um milhão, 392 quilômetros. O cálculo é feito a partir de imagens da passagem do planeta Mercúrio em frente ao Sol em dois dias em 2003 e 2006. Os registros foram feitos por um satélite da agência especial norte-americana, a Nasa. As pesquisas continuam para tentar achar uma medida ainda mais precisa da estrela. O grupo quer aperfeiçoar o cálculo com base nas medidas de Vênus. O diâmetro do sol está diretamente relacionado com a luminosidade e a temperatura da estrela.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*