Curitiba é a capital com menor índice de comissionados em relação ao número total de servidores

Conforme acontece com o executivo estadual, a Prefeitura de Curitiba também tem a menor incidência de cargos comissionados em relação ao número total de servidores da ativa entre todas as capitais do país. A Pesquisa de Informações Básicas Municipais do IBGE foi divulgada ontem (11) pela própria prefeitura.

De acordo com o levantamento, no ano passado, os comissionados representavam 1,41% de todo quadro das administrações direta e indireta em Curitiba. Entre as capitais, a segunda menor relação é de Belo Horizonte (1,58%), seguida por Goiânia (2,13%) e Porto Alegre (2,28%). No ano passado, a capital que tinha o maior número de comissionados sobre a folha de pagamento municipal era Aracaju, onde mais de 18% do funcionalismo se enquadrava neste padrão.

Aqui em Curitiba, havia 439 comissionados na prefeitura em 2017, o que significa um para cada 70 servidores do município. Ao todo, o executivo contava com pouco mais de 31 mil funcionários no ano passado, entre comissionados, estatutários, celetistas, estagiários e profissionais sem vínculo permanente. Em relação à população, a capital paranaense tem um comissionado para cada 4.328 habitantes.

No cenário geral, a proporção é de um funcionário da prefeitura para cada 61,4 habitantes. Ainda de acordo com o levantamento do IBGE, Curitiba é uma das três capitais com menor número absoluto de comissionados. Os cerca de 400 comissionados da capital paranaense ficam a frente apenas de Florianópolis e Palmas – nenhuma das duas soma mais de 390 comissionados cada uma. Curitiba tem um número fixo de 604 comissionados. Cabe à prefeitura decidir quantos cargos serão nomeados, dentro desse limite. O executivo não pode criar nenhum cargo em comissão sem receber aval da Câmara Municipal. Para isso, é preciso enviar e aprovar um projeto de lei no legislativo.

 

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*