Escrivã é condenada por desviar US$ 13 mil de depósito judicial em Curitiba

Uma escrivã de um cartório de Curitiba foi condenada a um ano de prisão por desviar 13 mil dólares de um depósito judicial. A decisão do Tribunal de Justiça do Paraná foi divulgada hoje, a tarde. No despacho, o juiz substituto em 2º grau, Wellington Emanuel de Moura, a condena pelo crime de peculato, que é quando um servidor público se aproveita da função para conseguir vantagens financeiras. No entanto, a pena foi revertida em serviços comunitários. Em depoimento, a ré afirmou que deu a guarda do dinheiro a um amigo, pois era muito “inseguro” manter a quantia no cartório. Por outro lado, ela afirma ter perdido contato com este amigo.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*