EstaR eletrônico deve ser implantado em Curitiba em 2019

Foto:Pedro Ribas/SMCS

O serviço de EstaR, o Estacionamento Regulamentado de Curitiba, deve passar a ser eletrônico a partir do ano que vem. A Urbs lançou ontem (12) licitação para contratar a operação do serviço digital. Nesta etapa, será escolhida uma plataforma tecnológica responsável por gerenciar aplicativos de celulares, homologados pela URBS, para venda de créditos de EstaR aos motoristas.

De acordo com o contrato, a plataforma deve oferecer outras funcionalidades como aplicativo para táxis e transporte público. No novo sistema devem ser agregados três serviços: aplicativo de venda de EstaR e aplicativos para a frota de táxi e aos ônibus da Rede Integrada de Transporte, com indicação de origem/destino ao passageiro.

A empresa vencedora da licitação deverá desenvolver um aplicativo de fiscalização do EstaR para ser usado pelos agentes da Superintendência de Trânsito. A fiscalização e aplicação de multas por infrações permanece na competência da Setran e a Urbs segue responsável pelo gerenciamento dos serviços de venda de EstaR.

De acordo com a Urbs, em vez dos cartões usuais, de papel, os motoristas vão ter que adquirir os créditos por meio dos aplicativos homologados que serão disponibilizados gratuitamente para celulares. A diretora administrativa da Urbs, Denise Vilela, afirma que o aplicativo deve indicar a quantidade de créditos, o tempo restante de estacionamento pago e ainda produzir alarme para avisar que o período está terminando dando a oportunidade que o usuário faça a renovação à distância caso o tempo possa ser estendido.

Quem não possuir um smartphone ou tiver dificuldade de acesso à internet terá a opção de comprar o crédito do EstaR eletrônico nos pontos de venda credenciados. O agente de trânsito, então, vai dispor de um sistema que informa se o veículo pagou pela hora de estacionamento na vaga.

Como regra da concessão, a plataforma vencedora deverá oferecer, no mínimo, 75% do valor de venda dos créditos de EstaR para o município.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*