FAS lança campanha de combate à exploração sexual

Combater casos de exploração sexual a crianças e adolescentes é o objetivo de uma campanha lançada nesta semana pela Fundação de Ação Social de Curitiba. Durante cinco dias, palestras, abordagens e orientações serão realizadas por técnicos da FAS. Números do hospital pequeno príncipe – uma das referências no tratamento de crianças – apontam que somente no ano passado 374 menores atendidos pela instituição teriam sofrido algum tipo de violência. De acordo com a gerente de proteção geral especial da FAS, Solange de Fátima Ilizinski, os casos de violência e exploração sexual em Curitiba acontecem de forma velada, muitas vezes em regiões centrais da cidade.

A campanha de enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes vai até o dia 18, data em que é lembrado o dia oficial de combate a esse tipo de crime. Segundo a gerente, a proximidade dos agressores com as vítimas é uma característica comum a esse tipo de prática.

Denúncias sobre a exploração sexual de crianças e adolescentes podem ser repassadas para o telefone 156 da prefeitura municipal. Os casos serão acompanhados por conselheiros tutelares.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*