Fiscalização apreende mais de 30 mil itens irregulares com ambulantes de Curitiba

Foto: Pedro Ribas/SMCS

Desde o início do ano, a Secretaria Municipal do Urbanismo já apreendeu mais de 30 mil itens em ações de fiscalização contra ambulantes irregulares. O número é 53% maior do que a média do mesmo período do ano passado.

Os produtos mais apreendidos foram CD’s, DVD’s, cigarros e perfumes, todos piratas. De acordo com a diretora de fiscalização da Secretaria Municipal de Urbanismo, Jussara Policeno, 40% do total apreendido ou pouco mais de 12 mil produtos são de origem incerta. Ela explica que nestes casos não é possível o ambulante fazer a regularização.

Nos quatro primeiros meses do ano foram apreendidos 7.621 DVD´s, 278 CD´s, 4.192 carteiras de cigarro e 82 frascos de perfume. As ações de fiscalização são planejadas de acordo com o conhecimento do departamento e das demandas dos cidadãos, feitas pelo telefone 156 da prefeitura de Curitiba.

De acordo com Jussara Policeno, as inspeções são feitas, principalmente, na região central da capital paranaense, local em que se concentra o maior número de ambulantes.

Atualmente, Curitiba conta com 1.265 vendedores ambulantes regularizados. Só podem ser ambulantes pessoas físicas residentes na capital. O interessado pode apontar o local em que deseja trabalhar e o produto que pretende comercializar.

No entanto, a diretora de fiscalização da secretaria de Urbanismo diz que o produto precisa constar na legislação municipal.

No mês de abril, a prefeitura de Curitiba ainda assinou o decreto número 400/2018 que regulamenta e autoriza o uso de veículos automotores de pequeno porte adaptados e de reboques por vendedores ambulantes.

Os veículos são usados para comercialização de churros, crepes, cachorro-quente e caldo de cana.

Foto: Pedro Ribas/SMCS

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*