Giro nas Ruas dessa segunda-feira é na Rua Bruno Filgueira

Bruno Filgueira foi um explorador que ainda no século 18, a mando do governador de São Paulo, realizou a primeira expedição de navegação do Rio Iguaçu. Ele ficou conhecido por ter desbravado a região de “Nossa Senhora dos Prazeres dos Matheus do Registro”, a atual São Matheus do Sul. Bruno Filgueira morreu afogado em Porto União em 1770. A rua que homenageia o explorador paulista cruza o bairro Batel e Bigorrilho até a altura da intersecção com a rua Julia Wanderley.

 

Situado entre as ruas Hermes Fontes, Carmelo Rangel e Bruno Filgueira, o Parque Gomm é uma grande área verde nos entornos do casarão da família Gomm. A casa era um ponto de encontro da alta sociedade curitibana no anos cinquenta por pertencer a uma família de diplomatas ingleses. Em 2013 a contrução de uma via que passaria pela área verde do Bosque Gomm gerou revolta na população da região, como conta o morador Niels Pádua.

Em julho de 2016, o então prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, assinou um decreto que tornou o Bosque Gomm uma área de preservação e o primeiro parque coletivo da cidade, com a manutenção de responsabilidade da prefeitura e do grupo de moradores.

Foto: reprodução Facebook

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*