Greve dos trabalhadores da Celepar pode terminar hoje

Os trabalhadores da Celepar (Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná) vão se reunir hoje à tarde para decidir se continuam a greve. Ontem o Sindicato dos Trabalhadores em Informática e Tecnologia da Informação do Paraná e a empresa tiveram uma nova rodada de negociações. Cerca de 1200 trabalhadores paralisaram as atividades desde o dia primeiro de setembro.

A categoria decidiu entrar em greve depois que a empresa condicionou o fechamento do Acordo Coletivo de Trabalho de 2016 à retirada de uma Ação de Cumprimento na Justiça do Trabalho. No entanto, uma das propostas apresentadas pela Celepar na reunião de ontem, foi o não condicionamento do Acordo Coletivo com a Ação de Cumprimento. De acordo com o Sindicato, o maior motivo para que os trabalhadores paralisassem as atividades foi a exclusão da cláusula de demissão motivada – quando a empresa só pode demitir depois de um processo administrativo – para concluir o Acordo Coletivo 2016. Na rodada de negociações, a Celepar propôs aguardar a decisão judicial do dissídio coletivo 2016 para o julgamento da cláusula.

A empresa também propôs aos trabalhadores: a manutenção de todas as cláusulas, a manutenção da data base e um reajuste de quase 10% (9,83). Apesar de 20 dias de paralisação, Celepar não teve os serviços afetados. De acordo com a empresa, todos os sistemas da Celepar que atendem o Governo do Estado estão funcionando normalmente. Em nota, a Celepar afirma que sempre esteve e que continua aberta ao diálogo, ao mesmo tempo em que está empenhada para que este impasse seja resolvido o mais breve possível.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*