Instrutores de auto-escolas entram em greve

Os instrutores das auto-escolas do Paraná vão entrar em greve a partir de quinta-feira. A decisão saiu hoje, após uma assembleia da categoria, que pede um aumento salarial de 30%. A data base deles foi em primeiro de junho, mas não houve reajustes. De acordo com a presidente do sindicato dos instrutores, Arminda Moia Martins, a proposta feita pelos patrões foi muito baixa.

A paralisação começa na capital, e deve seguir para o interior. Em todo o estado são cerca de nove mil instrutores, que vão interromper as aulas dos alunos, e assim, também as provas do Detran. A última negociação foi feita com a intermediação do Ministério do Trabalho, mas não houve resultados.

O presidente do Sindicato dos Proprietários das Auto-escolas, Justino Rodrigues da Fonseca, foi procurado pela reportagem, mas quis se pronunciar. De acordo com ele, os instrutores não comunicaram oficialmente esta decisão de paralisação.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*