Justiça Federal determina transferência de Delúbio Soares para Pinhais

A Justiça Federal do Paraná determinou a transferência do ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, da carceragem da Polícia Federal (PF) em São Paulo para o Complexo Médico Penal (CMP) em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O despacho foi assinado pelo juiz federal Danilo Pereira Júnior, da Vara de Execuções Penais do Paraná. Delúbio está preso desde maio deste ano e a defesa dele chegou a pedir que a pena por condenação na Lava Jato fosse cumprida em Brasília para facilitar a visita de familiares.

No entanto, a solicitação foi negada. Em despacho, o juiz de execuções penais justificou a transferência informando que há interesse da “administração judiciária, para fins de instrução criminal, na inclusão do executado no sistema prisional em Curitiba”.

Ainda não há informações sobre a data em que ocorrerá a transferência. Delúbio Soares foi condenado em 2017 a seis anos de prisão por lavagem de dinheiro. O ex-tesoureiro foi acusado de ter viabilizado um empréstimo fraudulento de R$ 12 milhões do Banco Schahin ao Partido dos Trabalhadores. O financiamento teria sido obtido pelo pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Lula, e parte do dinheiro — R$ 6 milhões, segundo o Ministério Público — foi repassada ao empresário Ronan Maria Pinto.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*