Lado brasileiro de Itaipu também poderá ser reserva de biosfera da Unesco

Foto: divulgação / Cataratas do Iguaçu

A direção da usina hidrelétrica de Itaipu vai apresentar uma proposta a Unesco para que o lado brasileiro da usina também seja considerado reserva de biosfera da Unesco. O lado paraguaio já teve o certificado concedido em junho.  O certificado tem o objetivo de colaborar com o meio ambiente. Para ser considerada uma reserva mundial de biosfera é levado em conta as áreas de conservação que a empresa tem e áreas de matas nativas ou plantadas que colaboram com a biosfera. O pedido vai ser feito ao Conselho Internacional de Coordenação do Homem e da Biosfera, da Unesco. A rede mundial de reservas de biosfera reúne áreas dedicadas à pesquisa, conservação da biodiversidade e promoção do desenvolvimento sustentável.  Ao fazer parte da rede, Itaipu poderá ter acesso às pesquisas desenvolvidas em outras reservas. Pelo lado brasileiro, Itaipu mantém reservas e refúgios ambientais e desenvolve projetos de piscicultura e aquicultura no reservatório da empresa, além de apoiar práticas agrícolas sustentáveis.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*