MON abre exposição de obras apreendidas na Operação Lava Jato

Foto: Divulgação

Quem ainda não viu as obras apreendidas durante buscas e apreensões na Operação Lava Jato terá uma nova oportunidade. O Museu Oscar Niemeyer abre nesta quinta-feira (26), às sete da noite, uma nova exposição com quadros encontrados na residência de réus da operação e que estão sob a guarda da entidade desde maio de 2014.

A mostra “Luz = Matéria”, na sala seis do museu, apresenta uma seleção de obras do acervo em diálogo com aquelas apreendidas na operação e que tem como característica comum o uso da luminosidade nas cenas retratadas. São mais de cem artistas, com nomes consagrados como Alfredo Andersen, José Bechara, Flávio Damm, Julio Le Parc, Theodoro de Bona entre outros.

As obras apreendidas na Lava Jato estão sub guarda da instituição a partir de decisão da Justiça Federal, que escolheu o museu por apresentar as melhores condições técnicas para abrigá-las. Os quadros foram adquiridos com dinheiro oriundo de propina. Algumas ficavam em galerias especializadas, outras nas casas dos acusados, para não levantar suspeitas.

O acervo do MON começou a ser formado em 2002 e é composto por mais de quatro mil obras de artistas nacionais e internacionais. O museu funciona de terça a domingo, das dez da manhã às seis da tarde. Os ingressos custam 8 reais a meia entrada. O MON fica na Rua Marechal Hermes, número 999.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*