Moradores de Curitiba se dividem em pagar a mais por obras da prefeitura

A proposta que determina que obras públicas tenham custo compartilhado entre a prefeitura e a população divide a opinião entre os moradores de Curitiba. A medida foi aprovada em primeiro turno nesta terça-feira (09), na Câmara Municipal de Curitiba. A principal reclamação da população é que as melhorias nas ruas já estão incluídas nos impostos. É o caso da representante comercial, Rose Oliveira, que é contra a proposta.

Já o aposentado  Luiz Carlos Correia é a favor da divisão, principalmente pelos benefícios que serão gerados aos moradores.

De acordo com o projeto, uma alternativa é que a população fique responsável por 30% dos custos  e 70% o órgão municipal.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*