Paraná tem melhor resultado em vagas pelas Agências do Trabalhador

O Paraná apresentou o melhor resultado de intermediação de mão de obra entre todas as unidades da federação no primeiro trimestre de 2018. Segundo o Ministério do Trabalho, entre janeiro e março, 34.691 pessoas conseguiram emprego por meio do Sistema Nacional de Emprego, o Sine, no Paraná. O número corresponde a 11,1% de toda as admissões registradas no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados no estado no primeiro trimestre.

Os números são do Boletim de Políticas Públicas de Emprego, Trabalho e Renda, divulgado pelo Observatório Nacional do Mercado de Trabalho. Em todo o país, 159.932 pessoas conseguiram emprego por meio do Sine no mesmo período, sendo que 11,3% das colocações foram de trabalhadores que utilizavam do seguro-desemprego. A Escola do Trabalhador, uma das principais ações de qualificação e combate ao desemprego do Ministério do Trabalho.

A plataforma de ensino à distância, lançada em 21 de novembro do ano passado, tem recebido uma média de duas mil e trezentas inscrições por dia de todos os estados brasileiros. O maior número de inscrições foi para os cursos de inglês aplicado ao trabalho, introdução ao Excel e segurança da informação. Os cursos são feitos pela internet, no site escola.trabalho.gov.br. Pode ser acessado de qualquer computador e por qualquer pessoa.

Não há pré-requisitos para cursá-los e também não existe escolaridade mínima exigida. A taxa de desemprego no Brasil está em 13,1% segundo o IBGE. São 13 milhões e setecentos mil desempregados. No Paraná, a taxa de desemprego é de 8,3%, com quase 500 mil desempregados.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*