PGR decide arquivar ação de bloqueio de bens de deputado federal Nelson Meurer, do PP do PR

A ação de bloqueio de R$ 7,3 milhões de bens do deputado federal do PP do Paraná, Nelson Meurer, será arquivada a pedido da Procuradora-geral da República, Raquel Dodge. A medida foi viabilizada porque o Supremo Tribunal Federal conseguiu arrecadar o montante solicitado pela PGR em ativos e imóveis do deputado. Dogde chegou a questionar a defesa de Meurer sobre a venda de uma propriedade, que poderia ter sido uma forma de driblar o bloqueio.

Depois de obter os esclarecimentos necessários, a PGR decidiu pelo arquivamento da ação. Nelson Meurer foi condenado em maio pela Segunda Turma do STF por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Segundo a PGR, teriam sido feitos pelo menos 161 repasses ao PP e ao deputado, que totalizaram quase R$ 358 milhões, entre 2006 e 2014, em esquema envolvendo o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e o doleiro Alberto Yousseff.

De acordo com a denúncia, Meurer praticou corrupção por dar apoio e manter o ex-diretor na Petrobras e permitir os esquemas de corrupção em benefício do PP. Meurer negas as acusações.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*