Prefeitura de Curitiba terá que pagar 7 mil reais de indenização por danos morais a um motociclista

A prefeitura de Curitiba vai ter que pagar 7 mil reais de indenização por danos morais a um motociclista que sofreu um acidente por causa das más condições de uma rua da capital. O caso ocorreu em fevereiro de 2009, na rua Martin Afonso, quase esquina com Ângelo Sampaio, mas a decisão da justiça saiu apenas em agosto desse ano. Além de danos morais, a prefeitura também terá que pagar as despesas com materiais, como o conserto da moto e o tratamento médico da vítima. Uma das advogadas responsáveis pelo caso, Manuela Cerval, conta que, por causa da queda, o motociclista teve uma luxação no ombro e várias partes do corpo ficaram machucadas.

Na semana passada, a prefeitura de Londrina, no norte do estado, também foi condenada a pagar R$ 10 mil reais a uma moradora que se machucou depois de cair em um bueiro. Casos de condenação de municípios por causa de acidentes em vias públicas não são incomuns. De acordo com a advogada, as pessoas que sofrem acidentes e sabem dos direitos normalmente buscam ressarcimento na justiça. Manuela orienta como proceder nesses casos.

A vítima do acidente de moto demorou 03 anos para conseguir a indenização. Já a mulher que caiu em um bueiro em Londrina teve de esperar 10 anos para obter ressarcimento do governo. No entanto, para a advogada, é preciso sempre ir atrás dos direitos para que as prefeituras mantenham as ruas e calçadas em bom estado.

De acordo com o Tribunal de Justiça do Paraná não há uma estatística ou um percentual sobre condenações desse tipo no estado.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*