PSC escolhe vice e PSDB oficializa apoio a Ducci

O candidato à prefeitura de Curitiba pelo PSC, deputado federal Ratinho Jr, anunciou neste sábado o nome do vice para disputar as eleições deste ano. O arquiteto Ricardo Mesquita, do próprio partido de Ratinho, foi o escolhido. Durante entrevista, Ratinho Junior admitiu o interesse no nome de Ney Leprevost, mas disse que não houve avanço na negociação. Ratinho Junior afirma que o principal desafio da campanha eleitoral vai ser disputar com candidatos apoiados por ministros e pelo governador do estado.


O ex governador Orlando Pessuti, do PMDB, também participou da convenção do PSC, PTdo

B, e PCdoB. Ele foi questionado sobre o apoio dele ao candidato do PMDB, Rafael Greca, e disse que não vai seguir a indicação do senador Roberto Requião.

A convenção do PSB, partido do prefeito Luciano Ducci, candidato à reeleição, do PSDB, do DEM e do PRB também foi realizada na manhã deste sábado. O atual prefeito ressaltou, no discurso realizado, que, se reeleito, vai lutar para acabar com a miséria de Curitiba.

O candidato a vice, deputado federal Rubens Bueno, do PPS, pediu o apoio de todos aqueles que haviam manifestado interesse na vaga dele. Da convenção participaram, e discursaram, dois políticos que queriam a vaga, os deputados estaduais Mauro Morais e Osmar Bertoldi. Para Bueno, no entanto, faltaram as presenças do deputado estadual Ney Lesprevost, do PSD, e do deputado federal Fernando Francischini, do PSDB.

O PSD havia anunciado apoio à chapa de Ducci no sábado passado, dia 23. No entanto, o partido ainda não oficializou o posicionamento. Quanto ao deputado Francischini, nos bastidores, o comentário é de que ele já manifestou vontade de sair do PSDB por falta de espaço no partido. O discurso do governador Beto Richa, mais uma vez, foi pautado pela coerência política. O PPS e o PT também realizaram convenção neste sábado para oficialização das candidaturas.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*