Rodrigo Rocha Loures teria viajado com Temer dois dias depois de ter recebido dinheiro da JBS

Foto: Câmara dos Deputados / Brizza Cavalcante

Foto: Câmara dos Deputados / Brizza Cavalcante

O deputado federal afastado Rodrigo Rocha Loures teria viajado com o Presidente Michel Temer em comitiva oficial apenas dois dias depois de ter recebido uma mala com 500 mil reais de um executivo da JBS. A apuração é do jornalista Pablo Fernandez, da Rádio BandNews FM.

A defesa do deputado afastado deve se pronunciar a respeito por meio de nota. Procurado pela BandNews FM, o governo federal confirmou que Loures viajou junto com a comitiva presidencial para agenda oficial de Temer. O parlamentar já foi chefe de gabinete de Temer quando ele era vice-presidente.

Os documentos da Polícia Federal revelam uma conversa de Loures com o Planalto sobre a viagem da capital federal para São Paulo que aconteceu no dia 30 de abril. O deputado fala com uma mulher que se identifica como Cláudia do cerimonial do Planalto; ela agenda o voo com o presidente saindo da Base Aérea de Brasília.

A mala com o dinheiro teria sido entregue nesta segunda-feira (22) à Polícia Federal em São Paulo, segundo informações obtidas pela colunista da BandNews FM, Mônica Bergamo. A assessoria e a defesa de Loures ainda não confirmaram.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*