TJ-PR prepara mutirão de julgamentos

A partir da segunda-feira, o Tribunal de Justiça do Paraná faz um mutirão de julgamentos no Tribunal de Júri. O objetivo é analisar os processos de homicídios dolosos que aguardam julgamento há pelo menos quatro anos. 200 júris serão realizados em todo o estado até a sexta-feira, 20 só em Curitiba. A ação é para cumprir a meta 4 da Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (Enasp), que consiste em julgar todos os processos de homicídios distribuídos até 31 de dezembro de 2007. O gestor das Metas da Enasp no Tribunal de Justiça, juiz Francisco Cardozo Oliveira, reconhece que mesmo com o mutirão, ainda vai faltar julgar em torno de 850 processos que estão na justiça há pelo menos quatro anos. O juiz explica porque há tantos casos de homicídios parados na justiça. O Tribunal de Justiça do Paraná tem até setembro deste ano para julgar todos os processos de homicídios com mais de quatro anos. O Mutirão é organizado em parceria com a Defensoria Pública do Paraná e Ministério Público do Estado.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*