Tratamento de Mal de Parkinson pode retardar evolução da doença

Hoje é o Dia Nacional do Parkinsoniano. O tratamento especializado da doença pode retardar a evolução dos sintomas e dos sinais clínicos, tornando os pacientes funcionais por mais tempo. O neurologista Doutor Cleverson De Macedo Gracia explica que o aumento dos casos de Mal de Parkinson é inevitável.

A aposentada Maria Neves Túlio, de 70 anos, descobriu há um ano e meio que sofre do Mal de Parkinson e conta como é o início da doença.

De acordo com os dados da Organização MundiaL da Saúde aproximadamente 4 milhões de pessoas tem a doença no mundo. Com o aumento da expectativa de vida é possível que esse número dobre até 2040. Porém existem exemplos de convivência com a doença que não deixam desanimar.

A Doença ou Mal de Parkinson não é transmissível e sua causa ainda não é totalmente conhecida, sendo considerada em muitos casos genética.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*