Última pesquisa sem registro mostra Ratinho na frente

Foto: Divulgação

A partir do dia 1º de janeiro as pesquisas visando as eleições do dia 7 de outubro só poderão ser divulgas se forem registradas na Justiça Eleitoral. É o que determina a resolução baixada pelo Tribunal Superior Eleitoral na última segunda-feira. No Paraná, na última pesquisa divulgada neste ano, a 10 meses das eleições de 2018, foi realizada entre os dias 9 e 16 de dezembro pela Radar Inteligência.

Foram entrevistadas 1.199 pessoas em 45 cidades do Estado. Nessa pesquisa, o deputado estadual Ratinho Junior, do PSD, está na preferência dos eleitores paranaenses para assumir o Palácio Iguaçu. O instituto fez simulações com e sem o senador Roberto Requião, do PMDB, que terá o mandato encerrado no ano que vem e ainda não decidiu se concorrerá à permanência no Senado ou tentará um quarto mandato como governador.

Com Requião, Ratinho Junior, do PSD, aparece em primeiro com 35,6% das intenções de voto, seguido por Osmar Dias, do PDT, com 23,3% e Requião, com 15,4%. Em quarto lugar aparece a vice-governadora Cida Borghetti, do PP, com 3,3% e depois o prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho, do PPS, com 2,5%.

Na sondagem sem Requião, Ratinho segue na frente, porém com distância menor para Osmar. Ratinho fica com 38,9%, e Osmar com 31,3%. A distância cai de 12,3% para 7,6%. Os que não sabem ou não opinaram também saltam de 16,9% para 23%. Em um possível 2º turno enfrentando Osmar Dias, Ratinho teria 44,6% contra 36,5% – 18,9% não sabem ou não opinaram. A margem de erro das pesquisas é de 2,9%, para mais ou para menos.

Em uma pesquisa anterior, divulgada pelo Paraná Pesquisas no dia 18 de dezembro, o instituto considerou a participação do senador Alvaro Dias, do Podemos, como candidato ao governo do Estado. Nesse cenário, Alvaro teria ampla liderança, com 43,5% dos votos contra 29,1% de Ratinho Junior. Cida Borghetti teria 3,8% e Cesar Silvestre, 1%. Com Alvaro, o Paraná Pesquisas não considerou que a concorrência com o irmão, Osmar. No cenário com Ratinho Junior e Osmar Dias, sem Alvaro, Ratinho teria 35,2%, Osmar Dias, 32%, Cida Borghetti, 4%. Com Requião na disputa, Ratinho teria 29,4%, Osmar, 25%, e Requião, 21%.

Em um segundo turno entre Ratinho e Osmar Dias, Osmar venceria com 42,3% das intenções de voto, contra 40,5 % de Ratinho. A partir do dia primeiro de janeiro, o registro obrigatório das pesquisas deve ocorrer com antecedência mínima de cinco dias da divulgação. A divulgação de pesquisa fraudulenta é crime, punível com detenção de seis meses a um ano e multa no valor de 53 mil a 106 mil e 400 reais.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*