NacionalGeral

11 mil casos de leucemia devem ser diagnosticados neste ano

Doença atinge glóbulos brancos do sangue e compromete o sistema de defesa do organismo

 11 mil casos de leucemia devem ser diagnosticados neste ano

Foto: reprodução/Agência Brasil

Mais de 11 mil casos de leucemia devem ser diagnosticados no Brasil neste ano, segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer). O número corresponde a um risco estimado de 4 novos casos a cada 100 mil habitantes. Sem considerar os tumores de pele não melanoma, a leucemia ocupa a 10ª posição entre os tipos de câncer mais comuns.

O mês de fevereiro é marcado pela cor laranja e tem objetivo de conscientizar a população sobre o diagnóstico, combate e prevenção à doença. A leucemia é o conjunto de cânceres que atingem os glóbulos brancos do sangue e comprometem o sistema de defesa do organismo. O médico hematologista Bruno Spinelli explica que não existe um motivo para a doença se desenvolver, exceto alguns casos em crianças.

Existem dois tipos de leucemias mais comuns: as agudas e as crônicas – que são divididas em outros grupos. O hematologista detalha quais subtipos são mais comuns em crianças, adultos e idosos.

Entre os sinais de alerta estão a fraqueza e o cansaço, manchas roxas e vermelhas na pele, suor noturno, dores nos ossos e articulações e febre. A leucemia pode ser diagnosticada por meio do hemograma e confirmada com exames específicos. O médico reforça que hábitos saudáveis e acompanhamento médico periódico são fundamentais para um diagnóstico precoce.

Um dos tratamentos mais comuns para a leucemia começa com a eliminação das células doentes que são sensíveis à quimioterapia. Depois disso, o objetivo do tratamento é combater os focos que restaram da doença por meio da quimioterapia. Transfusões de sangue, terapia-alvo e transplante de medula óssea também são alternativas de tratamento.

Reportagem: Mirian Villa

Avatar

Giovanna Retcheski