EspeciaisOftalmologia

150 mil casos de ceratocone são registrados por ano

O hábito de coçar os olhos é o que mais potencializa a doença

 150 mil casos de ceratocone são registrados por ano

Foto: reprodução

Mais de 150 mil diagnósticos de ceratocone são registrados por ano no Brasil, segundo o Ministério da Saúde. A doença não inflamatória afeta a córnea do paciente, que é uma camada fina e transparente que recobre toda a frente do globo ocular.

Veja mais:

A enfermidade é genética e hereditária, que se manifesta principalmente entre 10 e 25 anos de idade, porém, com possibilidade de progredir ao longo da vida. No início, ela pode se manifestar com a distorção da visão, mas com o passar do tempo e pela falta de tratamento, os óculos e as lentes já não têm um resultado tão positivo.

De acordo com o médico oftalmologista, Hamilton Moreira, o hábito de coçar os olhos pode potencializar ainda mais o ceratocone.

Outros sintomas podem ser sentidos pelos pacientes como sensibilidade à luz, dificuldades em enxergar à noite e visão dupla. Se o diagnóstico foi realizado na fase inicial da doença, o tratamento com óculos ou lentes já é suficiente. Por isso, a importância em manter pelo menos uma consulta por ano ao oftalmologista.

Avatar

Jessica de Holanda

Parque Estadual de Vila Velha oferece aventura na natureza

Parque Estadual de Vila Velha oferece aventura na natureza

Visitantes podem fazer tirolesa, trilhas e encontrar estrutura de alimentação

Durante calorão, animais domésticos exigem cuidado redobrado

Durante calorão, animais domésticos exigem cuidado redobrado

Água fresca deve estar disponível em quantidade suficiente durante o dia todo

Nadar logo após se alimentar pode ser prejudicial à saúde

Nadar logo após se alimentar pode ser prejudicial à saúde

Ao realizar uma refeição, deve-se esperar, no mínimo, 40 minutos antes de entrar na água

Verão: sol e limão não combinam, alerta especialista

Verão: sol e limão não combinam, alerta especialista

Sempre que tiver contato, a orientação é que não se esqueça de levar as mãos