ParanáGeral

Prefeitura é suspeita de enviar população de rua ao litoral

A denúncia foi feita pela Abordagem Social de Balneário Camboriú, Curitiba nega

 Prefeitura é suspeita de enviar população de rua ao litoral

Foto: Divulgação/PMBC

A equipe de Abordagem Social de Balneário Camboriú, em Santa Catarina, denuncia que pessoas em situação de rua de Curitiba estariam sendo transferidas para o estado vizinho. Na noite da última sexta-feira (05), um ônibus lotado com pessoas em vulnerabilidade social saiu do Paraná e chegou à rodoviária do município no litoral norte. Às equipes catarinenses, as vítimas afirmaram que teriam ganhado as passagens da prefeitura da capital paranaense. O diretor da pasta, José Henrique Pilica, gravou um vídeo sobre a situação.

Também nas redes sociais, a secretária de Desenvolvimento e Assistência Social de Balneário Camboriú, Christina Barichello, afirmou que, durante o desembarque, as pessoas em situação de rua fugiram das equipes. Questionada pela reportagem, a Prefeitura de Curitiba nega as informações.

A Fundação de Ação Social informa que concede passagens para pessoas que desejam retornar para as cidades de origem no Brasil, após atendimento e análise técnica, além de contato com familiares no município de destino.

A FAS afirma ainda que respeita as diretrizes e política nacional de atendimento às pessoas em situação de rua.

Reportagem: Larissa Biscaia

Avatar

Izabella Machado

Temporal causa destruição em Santo Antônio da Platina

Temporal causa destruição em Santo Antônio da Platina

Foram registrados destelhamentos, quedas de árvores e corte de energia elétrica

Universidade Estadual de Ponta Grossa oferta 372 vagas remanescentes

Universidade Estadual de Ponta Grossa oferta 372 vagas remanescentes

As oportunidades são para 20 cursos diferentes, na modalidade presencial