Agências de comunicação já esperam alta demanda de candidatos em busca de traçar estratégias na internet

 

O deputado federal e “delegado” Fernando Francischini, do Solidariedade, e a deputada estadual e cantora gospel Mara Lima, do PSDB, seguidos dos senadores Alvaro Dias, do Podemos, Gleisi Hofmann, do PT, e Roberto Requião, do PMDB, são os políticos paranaenses mais populares e com maior número de seguidores nas redes sociais da internet. Os dados foram levantados entre os últimos dias 20 e 23, com base nos números apresentados por 136 políticos do Estado no Twitter e Facebook.

A vantagem conquistada por eles de maneira teoricamente “espontânea”, porém, está ameaçada pelo fato de que a eleição deste ano será a primeira em que qualquer candidato poderá angariar audiência nesses espaços pagando para que as publicações atinjam mais pessoas e sejam mais vistas. Ou seja, a partir de agora valerá a lógica do “pagou, levou”.

Assim, mesmo alguém totalmente desconhecido do eleitorado poderá atingir um público tão amplo quanto políticos que já têm grande presença na internet, desde que esteja disposto e possa pagar por isso.  Alvaro, Gleisi, Requião são nessa ordem os que têm maior número de seguidores no Twitter.

De cima para baixo, a lista continua com Francischini, o suplente de deputado e jornalista Paulo Martins, a deputada Mara Lima; o deputado estadual e pré-candidato ao Senado, Ney Leprevost, do PSD, e o deputado estadual e pré-candidato ao governo do Estado, Ratinho Junior, do PSD.

No Facebook, a lista sofre algumas mudanças na ordem, já que o sucesso de cada um depende da linguagem que é utilizada. Na maior rede social, os mais seguidos são Francischini, Mara Lima Gleisi e Alvaro Dias. A lista continua com o deputado federal Enio Verri, do PT, Ratinho Junior, Paulo Martins e Requião, nessa ordem.

Resultado semelhante foi constatado em levantamento feito pela agência curitibana Bombai Comunicação, também entre os últimos dias 20 e 23, com base em números do Twitter e Facebook. A agência também que incluiu ainda o Instagram. Com 197 mil seguidores, Mara Lima lidera com folga no Instagram. A cantora é seguida por Gleisi, que tem 48 mil e 900 seguidores, menos de um terço do número da líder do ranking.

Depois, os mais populares no Instagram são Ratinho Júnior, com 47 mil seguidores; Francischini, com 31 mil, Beto Richa, com 20 mil; e Alvaro Dias, com 15 mil. Para o jornalista Abraão Benício, sócio da agência, a publicidade na internet terá valores bem mais acessíveis do que a tradicional.

03.02 – CAMPANHA REDES 1

As mudanças no Facebook devem fazer com que muitos políticos utilizem impulsionamento pago de postagens. A ferramenta oferece a possibilidade de segmentar o público que vai receber as postagens.

03.02 – CAMPANHA REDES 2

A eleição deste anos será a primeira a permitir que candidatos paguem para publicar propaganda na timeline alheia. A regulamentação da Lei Eleitoral de 2015 pelo Tribunal Superior Eleitoral não impôs limite para gastos com posts patrocinados. O total só não pode ultrapassar o teto máximo para cada tipo de cargo. Os candidatos poderão, inclusive, pagar com recursos do próprio bolso. Com isso, há expectativa de que a campanha eleitoral vá “invadir o Facebook” neste ano.

O partido Rede Sustentabilidade anunciou ontem (1) que o ex-vereador Jorge Bernardi será candidato ao governo do Paraná pela legenda neste ano. Bernardi e outros políticos regionais já haviam recebido aval da líder nacional do partido, ex-senadora Marina Silva, para lançarem candidaturas próprias aos governos estaduais. O partido afirma em comunicado que está aberto ao diálogo com outros movimentos e partidos para construir um programa.