Após polêmica, Prefeitura de Curitiba libera aplicativos de táxi

Foto: Cesar Brustolin/SMCS
Foto: Cesar Brustolin/SMCS

A Prefeitura de Curitiba informou que entrou em contato nesta sexta (17) com as empresas que desenvolvem aplicativos para celular que servem para chamar táxis. Segundo a Urbs, programas como o Easytaxi, 99Taxis e Taxijá, bastante usados pelos curitibanos, não têm autorização para funcionar. Para operar, eles precisam ter um cadastro na Urbs. A empresa informou que no ano passado já havia entrado em contato com um dos desenvolvedores para informar da necessidade do credenciamento e que todos os taxistas de Curitiba foram informados que só equipamentos autorizados pela Urbs são permitidos. No entanto, não é isso o que diz a categoria. Seis taxistas de Curitiba foram punidos por usarem aplicativos de celular para atender clientes. Técnicos da Urbs montaram uma verdadeira armadilha. Eles chamam um táxi pelo aplicativo e, quando o taxista chega, é informado da irregularidade. Um desses profissionais é José Joselito Teixeira, que está revoltado com a situação. Ele conta que não sabia da proibição.

Nesta sexta (17), o prefeito Gustavo Fruet informou pelo microblog Twitter que a orientação é que não haja interferência e sim uma relação direta entre usuários e a tecnologia. No entanto, a postura da Urbs é diferente. Em entrevista à Rádio BandNews, o presidente da empresa, Roberto Gregório, confirmou que é feita a fiscalização e disse que ela é necessária para garantir a segurança dos taxistas e da população.

A punição para os taxistas flagrados usando esses programas é a suspensão temporária da licença de tráfego – até que ele entre em contato com a Urbs – e multa de 93 reais. Aplicativos desse tipo, comuns em grandes cidades, buscam os taxistas cadastrados nas proximidades do cliente e informam o deslocamento do motorista até ele. Geralmente, os carros chegam mais rápido do que quando solicitados pelas centrais, serviço que chega a demorar duas horas, em dias de maior movimento. A reportagem entrou em contato com dois desenvolvedores dos aplicativos. A Easy Taxi informou que considera essa exigência de cadastro como um protecionismo que impede o desenvolvimento de soluções inovadoras para esse modal de transporte e que o serviço é seguro. Outra empresa, a 99Taxis, avalia que a Urbs está agindo contra os interesses dos  taxistas e da população, porque ambos apóiam o serviço.

Band News Curitiba - 96,3 FM

Empreendedorismo fortalece a retomada econômica no Paraná

Empreendedorismo fortalece a retomada econômica no Paraná

Para serem mais assertivos, novos empreendedores são auxiliados por consultores do Sebrae

Agronegócio é tema de grupo de estudos

Agronegócio é tema de grupo de estudos

O Brasil Webinar abriu as discussões que tem o objetivo de renovar o Congresso Nacional

Canal de Avenida em Caiobá recebe obras de macrodrenagem

Canal de Avenida em Caiobá recebe obras de macrodrenagem

A intenção é aumentar o escoamento da água e diminuir os níveis de alagamento

Cientistas ucranianos são acolhidos em programa inédito no Paraná

Cientistas ucranianos são acolhidos em programa inédito no Paraná

São 50 vagas no programa lançado por meio da Fundação Araucária e Seti- PR