ParanáEconomia

Cesta básica tem nova alta em 16 capitais

Em Curitiba, o valor chega aos R$ 726,23

 Cesta básica tem nova alta em 16 capitais

Foto: Geraldo Bubniak/AEN

Um trabalhador que recebe o salário mínimo gasta mais da metade dele para comprar uma cesta básica na capital paranaense. Com alta de 4%, o grupo de alimentos chega aos R$ 726,23, segundo o relatório mais recente do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos. O valor representa 55% da remuneração e é o sétimo maior do país. O economista do Dieese, Rafael Durlo, destaca quais itens puxaram o crescimento.

Veja mais:

Segundo o estudo, o salário mínimo para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria ser de R$ 6723,41. Na análise do economista, o conceito de “cesta básica” está defasado.

O maior valor está em Florianópolis, com o grupo de alimentos encontrado por R$ 800,00. Para isso, um trabalhador que recebe o salário mínimo, atualmente em R$ 1412,00, precisa trabalhar por 124 horas para comprar o básico. O menor valor está em Aracaju, com R$ 528,00, equivalente a 82 horas de trabalho. Em Curitiba, são 113 horas de trabalho por uma cesta básica.

Reportagem: Larissa Biscaia

Avatar

Izabella Machado

Estrutura de armazenamento pega fogo no Porto de Paranaguá

Estrutura de armazenamento pega fogo no Porto de Paranaguá

De acordo com o Corpo de Bombeiros, ninguém ficou ferido

Censo 2022: acesso a saneamento básico cresce no Paraná

Censo 2022: acesso a saneamento básico cresce no Paraná

Entretanto, mais de 3 milhões de pessoas não têm acesso à rede de esgoto

Vestibular de inverno da UTFPR abre inscrições nesta segunda-feira

Vestibular de inverno da UTFPR abre inscrições nesta segunda-feira

São ofertadas mais de 4 mil vagas em 106 cursos da instituição

Inscrições para curso técnico do Senai-PR terminam nesta sexta

Inscrições para curso técnico do Senai-PR terminam nesta sexta

As oportunidades são destinadas a estudantes da rede pública