Com mais chuvas, setembro deve ajudar a amenizar a crise hídrica no PR

 Com mais chuvas, setembro deve ajudar a amenizar a crise hídrica no PR

Foto: Daniel Castellano / SMCS

O mês de setembro promete ser mais chuvoso e deve ajudar a amenizar a crise hídrica no Paraná. Atualmente, o nível dos reservatórios que abastecem Curitiba e Região Metropolitana está em 52,34%.

O número está bem longe de encerrar o racionamento, que é feito atualmente com 36 horas com água e outras 36 horas sem. A meta da Sanepar é acabar com o rodízio apenas quando o nível dos reservatórios atingir 80%. Caso chegue novamente ao patamar dos 60%, o fornecimento de água deve ficar mais flexível aos moradores da capital.

Segundo o professor em Gestão Ambiental, Alysson Diógenes, a restrição do consumo tem gerado bons resultados e fez com que a população aprendesse a economizar.

Ele avalia que essa é a maior seca dos últimos cem anos e diz que outras atitudes simples contribuem para evitar que a situação se agrave ainda mais.

Atualmente, 14 cidades da Região Metropolitana de Curitiba, incluindo a capital, têm o fornecimento de água durante 36 horas com suspensão de até 36 horas, ou seja, um dia e meio com água e um dia e meio sem. Outras cidades do estado também aderiram ao rodízio e seguem em alerta no abastecimento.

Reportagem: Lorena Pelanda

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.