Com recursos de acordo da Petrobras, governo promete modernizar previsão meteorológica do Simepar

 Com recursos de acordo da Petrobras, governo promete modernizar previsão meteorológica do Simepar
Foto: Reprodução/Simepar


Modernização de equipamentos e melhor aferição do monitoramento meteorológico. Essa é a promessa do governo estadual para o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar). As melhorias devem ser aplicadas nos próximos anos por meio do programa Monitora Paraná, que começa a ser colocado em prática após o recebimento de R$ 61 milhões de reais. O recurso representa uma parcela do montante de R$ 930 milhões, fruto de um acordo entre Governo do Estado, Ministério Público do Paraná, Ministério Público Federal e Petrobras.

A estatal teve que repassar os valores após um longo processo judicial causado pelo derramamento de 4 milhões de litros de petróleo no Rio Iguaçu, no ano 2000. Segundo o governo, já foi paga uma parte dos recursos – R$ 441 milhões – depositados no Fundo Estadual do Meio Ambiente (FEMA). A Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, responsável pelo Simepar, afirma que agora com o recurso em mãos o objetivo é organizar um sistema estadual de monitoramento ambiental em parceria com o Instituto Água e Terra (IAT).

O chefe da pasta, Márcio Nunes, explica que o projeto prevê melhorar o monitoramento de previsão e alerta hidrológico, oceanográfico, meteorológico e ambiental.

O projeto prevê a compra de 25 estações, sendo 15 hidrológicas e 10 meteorológicas. A promessa é que as estações sejam automatizadas, com envios dedados por satélite e pelo celular. Além disso, os novos radares devem expandir o monitoramento no Litoral e na Região Metropolitana de Curitiba – locais atingidos com frequência por desastres de causas naturais.

De acordo com o diretor-presidente do Simepar, Eduardo Alvim, o foco do Monitora Paraná será em Unidades de Conservação.

Com 24 anos de atuação, o Simepar produz, além da previsão do tempo, levantamentos científicos e tecnológicos com a finalidade de fornecer informações e evitar danos ambientais futuros. A previsão é que ainda neste ano os recursos já sejam aplicados para a viabilidade do projeto.

Reportagem: Leonardo Gomes.

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

Adolescentes foram retirados do mar conscientes e passam bem