Conselho do MP nega recurso e mantém processo administrativo contra Deltan Dallagnol

O  Conselho Nacional do Ministério Público negou um recurso do coordenador da Lava Jato no Paraná, Deltan Dallagnol, no processo administrativo disciplinar que apura críticas feitas por ele ao Supremo Tribunal Federal em uma entrevista concedida no ano passado a uma rádio. Os conselheiros decidiram em bloco manter a tramitação do processo.

Na abertura da sessão desta terça-feira, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, falou sobra a importância do Ministério Público para enfrentar a corrupção mas complementou dizendo que os procuradores devem ter respeito aos marcos da legalidade.

Ela também disse que o Ministério Público sempre deve estar alicerçado na constituição.

Ainda durante a sessão, dois conselheiros solicitaram a revisão de uma decisão monocrática a respeito do arquivamento de outra reclamação disciplinar contra Dallagnol e os procuradores da Lava Jato em razão da troca de mensagens divulgadas pelo Intercept Brasil. Um novo relator deve analisar o pedido e, na sequência, o caso será levado a votação em sessão do Conselho.

Reportagem: Felipe Harmata/ Juliana Goss