Coqueluche atinge municípios do Paraná

Cento e catorze casos de coqueluche foram confirmados no Paraná de janeiro até março. A maioria das ocorrências foi registrada na região metropolitana de Curitiba. Em todo o ano passado, foram 138 casos. A coqueluche é uma doença infecciosa e contagiosa. Ela é transmitida através da fala, tosse ou espirro e compromete o sistema respiratório. Uma das explicações para esse aumento é que em alguns municípios não houve a cobertura de 100% da vacina. A chefe do departamento de vigilância epidemiológica da secretaria estadual de saúde, Ivana Kaminski, diz que é importante que  toda a população seja imunizada.

A transmissão da coqueluche ocorre com mais frequência na primavera e no verão. Nos casos suspeitos, os pais devem levar os filhos a uma unidade de saúde.

A vacina que previne a coqueluche está disponível de graça em todas as unidades básicas de saúde do estado.