Coritiba leiloa cadeiras cativas para pagar dívida trabalhista

(Foto: divulgação/Coritiba Foot Ball Club)

O leilão de 34 cadeiras cativas no Estádio Couto Pereira deve ajudar o Coritiba a pagar uma dívida trabalhista do clube com o atacante Deivid. Os assentos especiais do estádio, avaliados em R$ 7,5 mil cada, poderão ser arrematados por R$ 3,7 mil a unidade. O valor arrecadado nos lances, previstos para o dia 8 de novembro, serão destinados ao ex-jogador.

Deivid processou o Coxa em 2014 pedindo 18 milhões de reais por salários, décimo terceiro, férias proporcionais, prêmios e direitos de imagens, alegando ter ficado sem receber durante um ano. Deivid atuou no Coritiba entre 2012 e 2014, último clube antes de se aposentar.

De acordo com apurado pelo Jornal Gazeta do Povo, em uma das decisões, em setembro de 2014, o Coritiba chegou a ser condenado a pagar R$ 11,9 milhões, mas conseguiu reverter na instância superior. Em 2016, o clube teve uma decisão favorável no Tribunal Superior do Trabalho. Porém, agora, a 1.ª Vara do Trabalho de Curitiba determinou o leilão dos bens do Coxa para que o valor total das vendas das cadeiras seja destinado ao jogador.

A avaliação dos lugares dentro do Couto Pereira é de um total de R$ 255 mil, porém o acerto que Deivid deve receber pode ser a metade disso. Isso porque durante a “batalha de lances”, os possíveis compradores podem oferecer 50% do total pedido para tentar arrematar. A disputa de lances ocorrerá no próximo dia 8 de novembro, às 10 horas da manhã na PB Castro Leilões. Qualquer pessoa poderá participar.

Reportagem: Narley Resende

Atacante Deivid é apresentado pelo Coritiba (Foto: divulgação/ Coritiba Foot Ball Club)

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*