ParanáGeral

Covid-19 provocou morte de duas crianças por mês no PR

Fiocruz aponta que no Brasil duas crianças menores de 5 anos morreram, por dia

 Covid-19 provocou morte de duas crianças por mês no PR

Foto: Geraldo Bubniak -AEN

Em pouco mais de 2 anos de pandemia, a Covid-19 matou, em média, duas crianças menores de 5 anos de idade, por mês, no Paraná. No total, conforme dados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), 48 crianças nessa faixa etária foram vítimas da doença. Em todo o país os dados também são alarmantes.

Segundo análise da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), duas crianças menores de 5 anos de idade morreram pelo coronavírus, por dia, no Brasil, desde o início da pandemia. Entre 2020 e 2022 foram 1.439 vítimas nesta faixa etária. Para especialistas, os dados alertam para a urgência na aprovação da vacina contra a Covid-19 para crianças nessa idade.

Até o momento, o Instituto Butantan e a farmacêutica Pfizer são os únicos que se movimentam para alcançar a aprovação para vacinar crianças menores de 5 anos. No início deste mês, o Butantan entregou dados adicionais à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e aguarda a conclusão da análise. Já a Pfizer informou que prepara a documentação para solicitar à Agência o aval para liberação da vacina nesse público.

A análise da Fiocruz revelou ainda que dos dois primeiros anos da pandemia no Brasil crianças de 29 dias a 1 ano de vida são as mais vulneráveis. Os pesquisadores observaram também que nem todos os países registram os óbitos por Covid-19 com informações por faixa etária. Até junho de 2022, dados coletados pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) em 91 países revelam que o coronavírus foi a causa básica de óbito de 5.376 crianças menores de 5 anos no mundo.

O Brasil responde por cerca de 1 em cada 5 dessas mortes, segundo o Observa Infância.

leonardo.gomes

Mega-Sena: duas apostas do Paraná acertam 6 dezenas

Mega-Sena: duas apostas do Paraná acertam 6 dezenas

Duas apostas feitas no Paraná acertaram seis dezenas e foram ganhadoras do prêmio principal da

Justiça nega pedido de Habeas Corpus a Jorge Guaranho

Justiça nega pedido de Habeas Corpus a Jorge Guaranho

Para manutenção da prisão, o relator citou "as eleições que se avizinham"

Jorge Guaranho chega ao Complexo Médico Penal, em Pinhais

Jorge Guaranho chega ao Complexo Médico Penal, em Pinhais

Réu pela morte de Marcelo Arruda, policial penal teve a prisão domiciliar revogada

Compras do Dia dos Pais devem aumentar 8% em 2022

Compras do Dia dos Pais devem aumentar 8% em 2022

Um estudo da Faciap mostrou que a maioria dos comerciantes está otimista para este ano