CuritibaGeral

Curitiba pode ter postos de abastecimento para veículos elétricos

Prefeito pediu que BID financie e a estrutura na eletrificação

 Curitiba pode ter postos de abastecimento para veículos elétricos

Foto ilustrativa/Freepik

A capital paranaense pode ter postos de abastecimento para veículos elétricos espalhados pela cidade. Em reunião nos Estados Unidos, o Banco Interamericano de Desenvolvimento reafirmou o compromisso de suporte ao novo modelo de concessão do transporte público de Curitiba. Com foco na eletromobilidade, o prefeito da cidade, Rafael Greca, propôs que a instituição financie a estrutura para apoiar a eletrificação da frota de táxis e demais veículos da cidade.

Seis táxis elétricos entraram em teste no dia 16 de junho de 2023. O prazo de 180 dias buscava avaliar eficiência do projeto e venceu no dia 12 de dezembro. A iniciativa foi uma parceria entre a Urbanização de Curitiba, o grupo Renault e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial. Os veículos foram fabricados pela montadora francesa e alugados para motoristas sorteados. As baterias têm autonomia que, dependendo do modelo e da utilização, podem chegar de 150km a 400km.

A estimativa que é que o veículo chegaria a gastar com recarga elétrica um quarto do custo de abastecimento em postos de combustível. A reportagem aguarda um retorno da Prefeitura sobre o resultado dos testes. Outro foco da eletrificação é a compra de 70 ônibus elétricos para o transporte coletivo, que voltou a valer após uma decisão da Justiça. O processo estava suspenso desde dezembro, após uma decisão liminar do Tribunal de Contas do Estado do Paraná.

Veja mais:

O conselheiro Maurício Requião alegou falta de licitação para aquisição. A decisão do TJ acatou um recurso do município que alega que a compra foi aprovada na Câmara dos Vereadores. A legislação autoriza que o Executivo gaste até R$ 317 milhões na compra. Na reunião em Washington, Greca também destacou as dificuldades de custeio do sistema, com a passagem a R$ 6,00 e a tarifa técnica com custo de R$ 7,28.

Em novembro, o município lançou o Cartão Curitiba+, um modelo pré-pago que garante a tarifa reduzida se for utilizado fora dos horários de pico. Greca viajou à capital norte-americana a convite do banco para participar do seminário Presente e Futuro dos Transportes.

Reportagem: Larissa Biscaia

Avatar

Izabella Machado

Homem é preso acusado de produzir e compartilhar pornografia infantil

Homem é preso acusado de produzir e compartilhar pornografia infantil

A polícia foi acionada pelo WhatsApp, que percebeu a atitude suspeita do usuário

Delegada é investigada por trabalhar de forma remota no exterior

Delegada é investigada por trabalhar de forma remota no exterior

A servidora assinava documentos e exercia demais atribuições morando fora do país

Catedral de Paranaguá faz campanha para pedir fotos antigas

Catedral de Paranaguá faz campanha para pedir fotos antigas

Campanha faz parte do Projeto Marco Zero que é um plano arquitetônico de restauro