ParanáGeral

Dengue: sobe para oito o número de mortes no Paraná

Em uma semana 7.238 novos casos foram confirmados, o que representa um aumento de 40%

 Dengue: sobe para oito o número de mortes no Paraná

Foto: SECOM

Sobe para oito o número de mortes por dengue no Paraná. De acordo com o Informe Semanal divulgado nesta terça-feira, 06, pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), mais duas mortes foram confirmadas e mais de 7.200 (7.238) novos casos foram registrados no estado.

As duas novas mortes aconteceram em Apucarana, no norte do estado, entre os dias 13 e 18 de janeiro. São dois homens, um de 22 anos e outro de 73 anos, ambos sem comorbidades. Na comparação com o informe da semana passada o número de casos subiu cerca de 40%.

Ao todo, desde o início no período sazonal em julho do ano passado, mais de 29 mil casos foram confirmados. Este é o 22º Informe Epidemiológico publicado pela Vigilância Ambiental da Sesa, que registrou também mais de 93.600 notificações, cerca de 22 mil casos em investigação e mais de 38 mil descartados.

Os municípios que apresentam mais casos confirmados de dengue são Apucarana com 5.023, seguido de Londrina (2.307), Ivaiporã (1.536), Maringá (1.319), Paranavaí (1.108), Jandaia do Sul (1.062) e Santa Izabel do Oeste (997).

Vale lembrar que a transmissão da dengue acontece durante a picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti infectado com o vírus. Após a picada, os sintomas podem aparecer em até 15 dias. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é febre alta (39°C a 40°C) que dura de dois a sete dias, acompanhada de dor de cabeça, fraqueza, dores no corpo, nas articulações e no fundo dos olhos.

O novo boletim confirma também 12 novos casos de chikungunya. Ao todo são 71 confirmações da doença no Paraná. Do total de casos, 52 foram contraídos no município de residência dos infectados. Desde o início deste período não houve confirmação de casos de zika vírus. Foram registradas 60 notificações.

Informação: Francine Lopes

Avatar

Paula Duraes

Temporal causa destruição em Santo Antônio da Platina

Temporal causa destruição em Santo Antônio da Platina

Foram registrados destelhamentos, quedas de árvores e corte de energia elétrica

Universidade Estadual de Ponta Grossa oferta 372 vagas remanescentes

Universidade Estadual de Ponta Grossa oferta 372 vagas remanescentes

As oportunidades são para 20 cursos diferentes, na modalidade presencial