Dia Nacional de Luta contra o Reumatismo: especialista alerta população sobre diagnóstico precoce

 Dia Nacional de Luta contra o Reumatismo: especialista alerta população sobre diagnóstico precoce

Foto: divulgação

Aproximadamente 8% dos paranaenses têm doenças reumáticas, de acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR). Dores e inchaço nas articulações estão entre os sintomas mais comuns. Vinte milhões de brasileiros sofrem de doenças reumáticas no Brasil, segundo estimativas da Sociedade Brasileira de Reumatologia, mas o número pode ser ainda maior. Apesar de existirem mais de 120 tipos de doenças reumáticas, nem sempre o diagnóstico é feito corretamente. Comemorado neste dia 30 de outubro, o Dia Nacional de Luta contra o Reumatismo alerta a população em relação a necessidade do diagnóstico precoce e tratamento adequado.

O diretor científico da Sociedade Brasileira de Reumatologia, Eduardo Paiva, reforça a importância do tratamento precoce também, especialmente da artrite reumatoide, a doença mais conhecida e três vezes mais comum em mulheres do que em homens.

De acordo com o especialista, de 80% a 90% dos diagnósticos são feitos de forma clínica.

Essas doenças não atingem apenas pessoas idosas, acometem também homens e mulheres, adultos, entre 40 e 50 anos, além de jovens e crianças. Reumatismo não é uma doença em si, mas sim um termo que reúne várias doenças que comprometem articulações, ossos, tendões e músculos, além de algumas doenças do sistema imunológico.

Entre elas estão artrose, tendinite, bursite, lombalgia, gota, artrite reumatoide, lúpus, osteoartrite (bico de papagaio), fibromialgia e outras.

O tratamento inclui fisioterapia, medicamentos (antiinflamatórios e agentes imunobiológicos) e adoção de hábitos saudáveis, como não fumar e praticar exercícios físicos. O alerta a população é importante, pois o diagnóstico muitas vezes ocorre com atraso de mais de cinco anos, já que a doença pode se apresentar em surtos de branda intensidade. Quanto mais cedo se inicia o tratamento, melhor a qualidade de vida do paciente.

Reportagem: Fernanda Scholze

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

Adolescentes foram retirados do mar conscientes e passam bem