ParanáGeral

Governo Federal formaliza concessão das rodovias paranaenses

As empresas vão investir R$ 30,4 bilhões nas estradas, somados investimentos e serviços operacionais

 Governo Federal formaliza concessão das rodovias paranaenses

Foto: Roberto Dziura Jr/AEN

Foi formalizado nesta terça-feira (30) o início da concessão das rodovias paranaenses, leiloadas em 2023. O contrato com as concessionárias vencedoras dos lotes 1 e 2 foi assinado em Brasília. A solenidade contou com a presença do presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva, do ministro dos Transportes, Renan Filho e do governador do Paraná, Ratinho Junior.

Ratinho destacou a importância das melhorias que vão beneficiar os usuários e a economia do país, com uma infraestrutura que garanta uma logística de transporte mais eficiente.

Com a assinatura dos contratos a Infraestrutura Brasil Holding XXI S.A, vencedora do Lote 1, vai gerir como concessionária Via Araucária um trecho de 473 quilômetros. O Lote compreende rodovias federais como a BR-277, BR-376 e BR-476, além de três rodovias estaduais: PR-418. PR-423 e PR-427.

A Infraestrutura PR, que arrematou o Lote 2, vai administrar o trecho de 605 quilômetros como EPR Litoral Pioneiro. O trecho abrange as BRs-153/277/369 e as PRs-092/151/239/407/408/411/508/804/855.

São ao todo 19 trechos de estradas, em uma área que corta 41 municípios do Paraná e abrange cerca de 6 milhões de habitantes.

O ministro dos Transportes, Renan Filho, ressaltou que a nova concessão deve servir de modelo para outras concessões do país. E lembrou que os novos contratos representam uma redução no valor das tarifas em quase 50%.

As empresas vão investir R$ 30,4 bilhões nas estradas, somados investimentos e serviços operacionais. 

De acordo com os contratos, o primeiro ano de concessão será voltado para ações emergenciais e de recomposição da sinalização das rodovias. No segundo ano as concessionárias darão início a recuperação estrutural das estradas.

Entre as melhorias estão a implantação de novas estruturas, como pontes, trevos e viadutos. Serão realizadas ainda a duplicação de 700 quilômetros de rodovia, ampliação da Serra de São Luiz do Purunã, ampliação do Contorno Sul de Curitiba e faixa adicional no trecho da Serra do Mar.

Com a conclusão da etapa de assinatura, as empresas poderão iniciar a operação de pedágio em até 30 dias.

Reportagem: Vanessa Fontanella

Avatar

angelo.sfair

Domingo tem temperatura elevada com chuva, em Curitiba

Domingo tem temperatura elevada com chuva, em Curitiba

Nebulosidade abrange grande parte do Paraná, sol aparece entre nuvens em todas as regiões

Porto de Paranaguá retoma operações após incêndio

Porto de Paranaguá retoma operações após incêndio

As operações haviam sido interrompidas devido ao incêndio registrado na tarde de sexta-feira (23)

Homem atropelado por trem fica gravemente ferido

Homem atropelado por trem fica gravemente ferido

O acidente aconteceu no Caminho do Itupava, próximo à roda d’água, em Quatro Barras

Motorista de caminhão morre em acidente na Estrada da Limeira

Motorista de caminhão morre em acidente na Estrada da Limeira

Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima foi ejetada do veículo e morreu prensada pelo